terça-feira, 28 de novembro de 2017

Pano para bandeja bordado a ponto de cruz

Quando eu estive a última vez em São Miguel
encontrei, no fundo dum baú, uns panos muito velhinhos
bordados a ponto de cruz.
Lembro-me tão bem deles no aparador e no louceiro 
do quarto de jantar.
Mas estavam agora tão velhinhos, guardados pela minha mãe,
se calhar com a intenção de alguém os reproduzir.
Tenho a certeza de que lhe fiz a vontade!
Aqui estão as linhas que usei agora neste bordado
e ficarei, assim, com duas memórias ao usar o pano na bandeja
do meu pequeno-almoço.
Fiz alterações: o ramo era grande para bordar dois,
por isso só fiz um e inventei outro mais pequeno.
Para não ficar com muito espaço em branco, 
resolvi fazer estas riscas castanhas.
Os cantos são retangulares, porque o quadrilé assim o exigiu.
Em tecido que não desfia, faço os cantos em diagonal, 
como manda a lei!

Gosto de recordar a minha infância feliz
e com este pano, tão simples,
lembrar-me-ei sempre da minha casa de Ponta Delgada 
e dos tempos felizes em que éramos seis à mesa!
Agora a casa tem outra disposição e novos residentes,
mas, curiosamente, continuam a ser seis à mesa. 
Dos anteriores só um se mantém: o meu irmão.
Os outros cinco são a minha filha mais nova e a família.
A partir de manhã seremos oito... durante quinze dias!
E é assim que vou saltitando de casa em casa...
se quiser estar com os que escolheram outros lugares para viver!
UM ABRAÇO!

12 comentários:

  1. Boa viagem, Teresinha.
    Vais ver o Miguel e fazer-lhe todos os miminhos que só a vovó sabe fazer.
    Gostei dos bordadinhos. Lembro que havia muitos em casa dos meus pais.
    Beijinhos, querida amiga.
    Aproveita bem os 15 dias com os pintainhos.

    ResponderEliminar
  2. É bom e sabe bem recordarmos tempos idos através de pequenas lembranças, neste caso o pano bordado.
    Uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  3. Amiga ... é maravilhoso e tem o sabor da recordação o que é maravilhoso!
    Que seja uma bela estadia!!!bj

    ResponderEliminar
  4. Oi Teresinha... lindos bordados... aproveita muiiito a companhia dos seus queridos!!!
    Beijosss

    ResponderEliminar
  5. Querida Teresinha: ficou tão bonito e delicado, como tudo o que sai das tuas mãos.
    Bjn
    Márcia

    ResponderEliminar
  6. Ficou tão lindo e tão delicado, Teresinha! Fizeste muito bem, a mãe ficaria muito orgulhosa se soubesse... :)

    ResponderEliminar
  7. Oi ficou maravilhoso ,muito delicado.:)

    ResponderEliminar
  8. Lindo trabalho de uma delicadeza!! Família é tudo de bom!!. bjs

    ResponderEliminar
  9. Bom dia Terezinha, passando pra saber de vc e deixar um abraço, deixo também meus a aplausos para suas obras de arte. Tudo lindo por aqui!
    Tenha um feliz dia!

    Bjss!

    ResponderEliminar
  10. Querida Teresinha, ainda nos Açores?
    Por aqui um friiiíio ... mas sol!
    Obrigada pela sugestão, mas tenho a tal sapata que realmente facilita. Há que treinar!
    Fica bem.
    Beijinhos

    ResponderEliminar

Gosto muito de ler os comentários, por isso, se gostou do que viu, pode deixar a sua opinião!
Tenha um dia feliz... com muita saúde!