terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Últimos tricôs - meias, luvas e gorros

Desde o Natal até agora tenho dado bem ao dedo,
ora com duas, ora com cinco agulhas.
E aqui faltam várias obras que foram sendo cobiçadas
à medida que iam saindo do colo!
Estes trabalhos irão ser distribuídos conforme a ocasião 
e o gosto que despertarem em quem os vir!
Tem feito frio lá fora, por isso, dentro de casa estes trabalhos
surgem do gosto de ter as mãos quentes!
Ao serão, à frente da (fraca!) TV, em que, felizmente, podemos ver gravações de programas mais interessantes, e em algumas tardes chuvosas, daquelas em que apetece enroscar no sofá, vão surgindo estas coisinhas que serão úteis e irão aquecer pés, mãos e cabeças.
Quando os dias ficarem maiores, já no final deste mês de janeiro se notará, então passarei algum tempo na máquina de costura, para variar.
Estou a preparar o passo a passo das meias para ajudar quem gostar de aprender. 
Fiz muitas, por isso agora já as faço de cor e mais perfeitinhas!
Aprendendo a lengalenga é fácil.
Se alguém quiser dicas sobre alguma destas peças
basta dizer e eu tentarei dar resposta.
Espero que gostem.
UM ABRAÇO

quarta-feira, 3 de janeiro de 2018

Luvas de tricô

Bom Ano Novo!
Entre o natal e o ano novo tricotei... tricotei... tricotei... peúgas e luvas!
Fiz uma série delas! E à medida que iam aparecendo feitas iam aparecendo também quem as iam cobiçando!
Mostrei como as fiz na publicação do ano passado!
Hoje vou mostrar as luvas que fiz inspiradas numas de compra que eu trazia nas mãos durante a viagem de carro.
Esta, bela e amarela, a pedido da neta MP, foi a minha primeira experiência em luvas.
Depois de pronta achei que a cor era forte, por isso peguei noutro fio mais fino e mais claro. Mas a netinha achou que o amarelo arregalado era mais bonito, por isso fiz a outra e ela  ficou, assim, com  dois pares de luvas... belas e amarelas!
 O dedo foi feito levantando 4 malhas como mostro na foto.  Aumentos e mates foram sendo feitos à medida da mão.
Achando graça às luvas, lembrei-me de tricotar estas (abertas) para o meu marido. Ficou contente porque assim não fica com as mãos frias enquanto lê.
 Eu sempre disse que não tenho o ponto perfeito, mas depois de lavados, acreditem que os meus trabalhos melhoram bastante!
Espero continuar a dar e a receber muito carinho neste ano
que agora começa.
A todas as pessoas amigas que me têm dado atenção
desejo que 2018 traga muita saúde, alegria e...
vontade de trabalhar! 
 UM ABRAÇO