terça-feira, 24 de abril de 2018

Canudos, cornucópias e outras coisas mais!

Com uma grande Amiga aprendi a fazer estes canudos.
Apanhei canas à beira da estrada e com elas os fiz,
serrando, lixando e lavando.
 Na foto seguinte mostro a minha Amiga a soltar
os fios de ovos para colocar nas extremidades dos canudos
recheados com ovos moles feitos também por ela.

 Há algum tempo fiz massa tenra, envolvi os canudos com ela
e fritei.
 A meio da fritura retirei a cana para ganharem cor por dentro.
Na altura recheei-os... já não me lembro com quê...
mas acho que foi com um preparado de atum!... Teria sido?
AQUI  encontrei a foto destes doces típicos dos Açores,
que mostro a seguir, aconselhando uma visita ao referido blogue.

 Para a versão doce a massa deverá ser assim, mais fina.
Fi-la para salgados, por isso noutra versão mais espessa.
 Desta vez aproveitei uma febra de porco grelhada
e duas salsichas fumadas,
tudo triturado, devidamente temperado e transformado em recheio.
A este preparado juntei esparregado que tinha congelado
e saiu isto: pena não mostrar o cheiro bom!
 E desta vez fugi dos fritos, mas meti-me nos folhados...
alternativa também pouco saudável mas que sabe tão bem...
só de vez em quando!
Usei os meus canudos e as formas de cornucópias.
 Estas deviam ter sido untadas com um pouco de manteiga,
pois ao retirar a massa, parti uma!
 Comi-a logo ali, mesmo sem recheio!
As outras ficaram assim:
 E os canudos ficaram assim:
 O resto da massa e do recheio ficou assim:
 Esta foi a sopa que fiz substituindo a batata por quinoa.
Ficou muito boa:
cebola, alho e alho-francês salteados no azeite,
cenoura, tomate, lentilhas, quinoa e coentros.
Tudo triturado.

Noutro dia e para festejar um aniversário em casa de uns amigos
levei este folar já pronto em fatias
que encantaram o nosso grande amigo...
e satisfazendo o seu pedido!
 Para a festa levei também estas malassadas, que também
foram muito apreciadas pelo compadre do nosso amigo,
agora nosso amigo também!
E para bolo da semana, fiz este de nozes e passas,
mas ainda não foi a receita da nossa doce amiga Nina!
Não a esqueci!
Fiz a olho a minha receita simples que sai sempre bem,
com a batedeira:
manteiga, açúcar, gemas, óleo de amendoim, raspa de limão,
aroma de baunilha, farinha de trigo, leite, nozes e passas,
 e, antes de juntar as claras em castelo,
bato a massa à mão durante 1 minuto até fazer muitas bolhas!
Este é o segredo dos meus bolos fofos
e saem-me sempre bem, com pouco açúcar.

Espero que tenham gostado desta publicação!
E com saudades de um bom banho neste mar deixo-vos esta foto,
esperando estar assim de molho em maio e junho!

UM ABRAÇO


5 comentários:

  1. TERESINHA ... docinhos que me iam encher a alma de satisfação e esse mar ... para mim que sou tipo peixinho ... é ouro sobre azul!!!
    Bj especail

    ResponderEliminar
  2. Gostei muito das receitas e fiquei curiosa com os canudos, não fazia ideia que se podiam usar na cozinha... :)
    Beijinho grande, Teresinha, já sentia a sua falta!

    ResponderEliminar
  3. Que delícia Teresinha, por isso que falam que se come muito bem em Portugal, rsrsrs
    Obrigada pelo carinho lá no Blog Misturinhas!!!
    Beijosss♥

    ResponderEliminar

Gosto muito de ler os comentários, por isso, se gostou do que viu, pode deixar a sua opinião!
Tenha um dia feliz... com muita saúde!